Arquitectura e design
Daqui também se vê o mosteiro
João Nascimento Raimundo

Há tantos outros lugares onde o mosteiro espreita e pensamos para nós "Olha! Daqui também se vê o mosteiro"

05 Outubro, 2018

Daqui também se vê o mosteiro

Todos nós conhecemos bem o Mosteiro de Alcobaça. Aquela praça é um lugar privilegiado com uma vista arrebatadora. Aquela fachada apaixona qualquer um. Basta parar e olhar com atenção. Apaixona à primeira, à segunda, à terceira... Apaixona sempre. Mas a praça do mosteiro não é o único lugar em que podemos observar o mosteiro.

Há tantos outros lugares onde o mosteiro espreita e pensamos para nós "Olha! Daqui também se vê o mosteiro". Esses lugares devem ser descobertos e explorados. Devem ser apreciados e vividos. Assim, para explorar o mosteiro de todos os ângulos possíveis, inicio aqui a rubrica "Daqui também se vê o mosteiro", onde todas as semanas publicarei uma foto de um lugar onde também se veja o Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça.

Partilhem também as vossas fotografias com o hashtag #daquitambemseveomosteiro e a Bússola vai publicando por aqui e pelas redes sociais.

1. Rua Frei António Brandão

2. Rua Maria de Lurdes Resende

Primeira foto bem perto, segunda foto bem longe. Desta maneira consigo demonstrar a versatilidade desta rubrica. Desta vez no meio do meu dia de compras em Alcobaça, a passar pela Rua Maria de Lurdes Resende, por cima da "Pizzaria Rotunda", encontrei um reservatório de água que abastece Alcobaça que se tornou no meu miradouro. Ali pensei: "Olha! Daqui também se vê o Mosteiro!” Ali encontrei o Mosteiro bem lá no fundo no meio de toda a Alcobaça. Em primeiro plano está o Palácio do Município, mais à esquerda está o Crédito Agrícola, que dá para a Praça do Mercado. Logo a seguir, arrancam os Claustros do Rachadoiro, do Cardeal, do Dom Dinis e da Hospedaria passando pela Fachada Filipina recentemente restaurada, até chegar ao clímax da fachada do Mosteiro. Para fechar o vale de Alcobaça, avisto a colina do Casa Pinheiro que faz a moldura final a este cenário novo para mim, mas que sempre aqui esteve.

Volto para casa com esta conclusão: "O nosso Mosteiro é bonito visto de tantos lados. Só é preciso encontrá-los”.

Ajuda-me a encontrá-los e partilha-os com o hashtag #daquitambemseveomosteiro.

 

3. Praça 25 de Abril

E como não poderia deixar de ser, deixo uma foto da Praça 25 de Abril, a praça do Mosteiro, com um gosto bastante adocicado: primeiro porque a fachada do Mosteiro esteve pela segunda vez iluminada pelo atelier OCubo, que nos presenteou com um “videomaping” bastante colorido, e segundo porque depois do espetáculo foi a vez de nos deliciarmos com inúmeras iguarias, em que o difícil foi escolher. Já começa também a ser difícil separar a Mostra Internacional de Doces & Licores Conventuais com o espetáculo de videomaping e por mim tudo bem. Ver todos os anos um espetáculo de videomaping no Mosteiro, tal como todos os anos há fogo-de-artifício na passagem de ano na baía de São Martinho do Porto parece-me uma boa aposta.

Veja também

30 Novembro, 2018
Apesar de tudo, sai-se de "Bohemian Rhapsody" com boas sensações e um sentimento de revivalismo, musical e de época, rejuvenescido – fruto desta viagem a um tempo a que já não é possível...
13 Novembro, 2018
Partindo da adaptação do romance de Rosa Lobato Faria, “A Trança de Inês”, o realizador português António Ferreira investe numa incursão arriscada pelo mito inesiano desdobrando a desditosa e...
08 Novembro, 2018
Chegou ao panorama televisivo como um dos mais badalados projetos de sempre e apelidada de série revolucionária no cenário audiovisual português, apostada em abalar e reescrever o campo da ficção...